Acampamento de férias: muito mais que passeio

Não sei se já contei por aqui mas tive uma fase acampante na vida. Ô saudades!! Minhas aventuras com acampamentos começaram de uma forma “muito radical”, acampando em barracas na ilha do clube do que éramos sócios lá na Serra da Cantareira. Eu tinha uns 7 ou 8 anos. Meu pai investiu numa barraca enorme – com quartos!!, e eu e minhas irmãs abrigávamos algumas amigas lá por 2 ou 3 dias, que era o tempo que duravam nossas temporadas.

No NR com a equipe Sacatec! Nem sei mais qual temporada foi essa... heheh

No NR com a equipe Sacatec! Nem sei mais qual temporada foi essa… heheh (1999 – obrigada Backes pela ajuda)

Nos organizávamos em equipes, aprendíamos sobre cooperação, mas era tudo bem tranquilo. Estávamos no clube, há poucos quilômetros de casa, com comida no restaurante e banho quentinho. O tempo passou, e eu fui me apaixonando por essa brincadeira. A equipe de monitores era composta por amigos mais velhos, depois por um grupo mais profissional. A viagem de formatura foi para um desses acampamentos famosos e eu me encantei. Um lugar incrível, com uma natureza exuberante, espaços para todos os tipos de atividades – de artes a natação, passando pelos jogos de quadras e etc. A equipe de monitores era formada por um professor e seus amigos. E eu pensava: de onde vem essas idéias de brincadeiras noturnas, gincanas? Muito bom. No ano seguinte, já no colegial, fui chamada para ser monitora Jr com essa equipe. Sonho realizado! E que durou mais uns 6 anos. Todos os anos eu ia com eles fazer o acampamento de uma escola do Rio. Quanto aprendizado!

acampamento-nr-2

No NR com a equipe Sacatec! Percebam que alguns mudam mas outros estão nas duas fotos!! Equipe BOA! (2000)

Acampamento de férias é muito mais do que brincadeira. A gente aprende cooperação, aprende a superar medos (quantas vezes eu, até como monitora, não implorei por uma lanterna e, na verdade, era só esperar o olho se acostumar porque a Lua se encarregava de nos orientar na escuridão), a dividir (o shampoo que estourou na mala da amiga), aprende a crescer olhando para o outro e respeitando os limites de cada um.

convite-replagoBem, agora que eu já contextualizei (com um poder de síntese incrível! hahaha) Vamos ao que interessa: fui convidada, para ir com a família, conhecer o Acampamento República Lago. Infelizmente não fomos até o local do acampamento, a visita foi ao escritório deles em São Paulo, mas desde o convite eu já me apaixonei! Brincadeiras de criança, da melhor qualidade: 5 marias, bolinha de gude e peão! Chegando lá fomos recebidos por uma equipe de monitores, por uma das sócias, a Cristina e por uma café da manhã delícia! heheh

Criançada brincando com o pára-quedas colorido

Criançada brincando com o pára-quedas colorido

Tivemos dinâmicas em que adultos e crianças brincaram juntos e também uma conversa com a Cristina – pedagoga com vasta experiência em escola, que deixou de lado qualquer papo marketeiro e falou sobre a filosofia do lugar, das temporadas de férias, das opções para escolas e até para empresas, enfim. Uma delícia! Ao final, vimos dois vídeos do local e a vontade de levar as crianças só aumentou. (eles recebem crianças a partir de 6 anos então acho que vou esperar Otavio crescer um pouco mais para levar os 2 juntos)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Eu adorei porque casou bem com tudo o que acredito em relação a acampamento: vivências, experimentação, aprender com seus limites e superações. Quando chegamos era um domingo cedo, frio, mas saí de lá, por volta das 13h, com uma sensação boa, coração aquecido, e a certeza de que valeu a pena cada segundo!

voltando-replago

Acordaram cedo e brincaram muito! Alguém duvida que amaram? heheh

 

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2019 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana