Carreira e maternidade: tentando o equilíbrio

Adoro as blogagens coletivas e essa é bem especial pois é um tema bem complexo! Além disso, foi proposta pela turma do Mamatraca, que eu adoro!!!

Bem, ANTES de ter filho (e é sempre assim – ANTES sempre temos MIL posições, certezas e etc) eu achava que jamais cogitaria parar de trabalhar para cuidar dos meus filhos. Mas, assim que a Isa nasceu eu já queria pedir demissão, em plena licença-maternidade!!

Conversei com várias amigas mães há mais tempo, conversei com mulheres que não eram mães, conversei com o marido e com o meu coração…. Pedi conselho pra todo mundo porque né? Alguém sempre pode te ajudar a ver a situação de uma forma diferente.

Tenho meu escritório há 13 anos e nunca pensei em abandona-lo, mas as aulas noturnas, naquele esquema pesado de carga horária estava fora de cogitação. Sair de casa às 17h30, atravessar a cidade, trabalhar até as 23h e chegar em casa com as crias dormindo? Ou, pior, com eles te esperando? Ai ai, de cortar o coração. Além disso, sobrecarregar o marido e familiares no cuidado com os 2… TENSO!

Quando o Otavio nasceu eu tive a certeza de que esse esquema não daria mais certo. Voltei da licença, cumpri o semestre letivo e me afastei. Fui MUITO julgada pelos “colegas” da instituição… Jurei para mim: aulas à noite só quando as crianças estiverem grandes.
Maassss, a vida tem reviravoltas ne?
Me chamaram para dar aula numa pós-graduação, com contrato, poucas aulas no semestre com encontros semanais e… deu certo!

E o que eu quero dizer com tudo isso? Bem, se a gente ama o que faz é dificil largar em definitivo e, além disso, sempre dá para flexibilizar ne? Não sou de radicalismos, acho que a vida é boa no equilíbrio. Sem ir pra rua, ver meus clientes, falar com gente, eu enlouqueceria. Mas sem as noites com meus pequenos, fazendo janta, dando banho, brincando com eles, que sem graça seria a minha vida ne? E no meio disso tudo, ainda poder, uma noite ou outra, trocar conhecimento com um monte de gente bacana, que está no mercado doido para crescer na vida… perfeito!

Hoje em dia as empresas são mais flexíveis (ou tendem a ser) e bons profissionais são raridade então, eles querem reter talentos. Não tenha medo de negociar. Você pode ser uma peça importante para a sua empresa. Para a sua familia eu tenho certeza que é!

Comigo foi assim! E estou bem feliz!

Tags:

0 comentários em "Carreira e maternidade: tentando o equilíbrio"

  1. Mah disse:

    Adorei a frase. Manda fazer a camiseta, como é só uma frase deve ser facil em qualquer lugar!
    Smacks.

  2. Thaty disse:

    Eu já te achei bem mais magra, sabia?

    Beijos
    Thaty

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2019 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana