Criação com apego e reforços positivos

Criação com apego e reforços positivos são a chave para o desenvolvimento infantil, especialmente na primeira infância (0 aos 6 anos).

Isso não é uma constatação minha, é fonte de muito estudo e está compilado no livro recém-lançado “Helping Children Succeed: What Works and Why” de Paul Tough, ainda sem versão em português (uma pena!).

Há sem dúvida uma corrente (muito boa) de criação com apego nos rondando ultimamente: crianças sendo cuidadas com amor, carinho e (principalmente) atenção.

Criação com apego

O livro de Paul Tough fala do tratamento a crianças em abrigos. Para elas não faltava comida e segurança, roupa limpa e cama quentinha, mas todo o dia-a-dia era muito impessoal. Porém, após um treinamento, ele passaram a cuidar das crianças com mais sentimento, como se fossem os pais daquelas crianças e isso melhorou o desempenho emocional e o crescimento físico também.

As duas lições principais retratadas (e nas quais eu acredito muito) são:

  1. Contextos emocionais em que as crianças crescem são cruciais, especialmente na primeira infância “um tempo notável de oportunidades e potencial perigo”.
  2. É possível mitigar os efeitos das adversidades! (E essa notícia é realmente boa!!! não existe uma âncora eterna! Com amor e reforço positivo conseguimos mudar a vida das crianças)

É importante entender que o desenvolvimento emocional é fator crucial para o sucesso dessas crianças, seja lá o que elas procurem ser na vida. Estabilidade emocional ou habilidades para lidar com imprevistos vêm de um ambiente seguro para elas.

Mais importante do que cuidar para que estudem nos melhores colégios, façam intercâmbios ou cursem as melhores universidades é cuidar da saúde emocional dos nossos filhos. Se eles forem amados terão segurança suficiente para escolherem seus caminhos e, não necessariamente, ser CEO de uma empresa antes dos 35 anos!

Projetos para a primeira infância baseadas em evidências estão entre as formas mais inteligentes para evitar a pobreza persistente. Em todo o mundo, os países estão adotando projetos primeira infância. Isso é olhar o futuro de uma forma inteligente e programada para a riqueza pessoal e, consequentemente, coletiva.

É nesse mundo que eu quero que meus filhos cresçam!

E você?

beijos
Lele

fonte: The Economist

8 comentários em "Criação com apego e reforços positivos"

  1. Bárbara disse:

    Ótimo texto! Tenho estudado sobre Criação com Apego e realmente reflete no desenvolvimento das crianças e na formação da personalidade. Bjs

  2. Debora disse:

    Super adorei a idéia, estou gestante, no final da gestação e é nessa criação de apego que criarei meu bebê!

    Nesse mundo o maior problema é a falta de amor. Crianças que não recebem amor, nunca saberão dá-lo no futuro. Fico triste em saber que muitas crianças crescem sem esse amor materno insubstituível. Enquanto eu puder dar amor, mais amor eu darei!

  3. Angelo disse:

    Não seria “CEO”?

    1. Obrigada pela correção
      é o vício de quem trabalha com SEO (eu!!)
      []´s

  4. Também acredito muito nisso. Bom ver que já respaldo científico.

  5. Laura disse:

    Adorei o texto, aqui a criação é super com apego!

    Beijos, Laura
    http://www.maede2.com.br

  6. Ótimo post … E super apoio a criação com apego

    Bjs Mi Gobbato – Espaço das Mamães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2008-2018 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana