Do 8 ao 80 para reencontrar o equilíbrio

Eu fui da mãe que fazia o corante de beterraba para o red velvet para a mãe que comprava o bolo de saquinho.

Fui da rotina 100% controlada (não só por mim) para o acaso completo.

Da dedicação integral à uma relação para a relação casual com qualquer pessoa.

E agora, 16 meses depois, estou retomando o tão sonhado EQUILIBRIO, tão falado aqui no blog (está até na tagline).

Hoje é domingo e eu acabei de fazer um bolinho gostoso, de farinhas integrais, com o iogurte de kefir que eu estou cultivando.
É disso que eu gosto.

Mas precisei ir do 8 ao 80 para reencontrar o equilíbrio, ter certeza do que eu gosto e do que não gosto.

Quando me separei (após meses – muitos meses, de amadurecimento da ideia) questionei tudo. Questionei gostos, roupas, vontades, amizades, escolhas. Tudo passou pelo meu olhar milimétrico de virginiana. Voltei a olhar para cada item como se fosse a primeira vez para entender se eu realmente queria aquilo na minha vida, ou não.

Fui cética. Fui crítica. Tive medo. Muito medo. Mas deixei a intuição me guiar aliada ao auto conhecimento que está sendo cada vez mais importante na construção dessa nova fase.

E se tem uma coisa que eu aprendi foi a não negligenciar mais a minha intuição. No fundo, bem lá dentro de nós, sabemos o que devemos ou não fazer.

Pense nisso…

Beijos

Lele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2019 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana