O dia do brinquedo

Uma vez li no Facebook uma mãe reclamando do dia do brinquedo. Sua filha, se não me engano, tinha estudado em escola Waldorf e depois mudou para uma escola tradicional onde o dia do brinquedo é, quase que obrigatoriamente, às sextas-feiras.

Confesso que naquele momento eu não entendi bem porque ela reclamou do tal dia do brinquedo mas, depois de pensar um pouco, acho que eu entendo.

indo-pra-escola

Toda ida para a escola é uma farra com esses figuras!

Para os pais que estão comprometidos com a infância dos seus filhos, dia do brinquedo é todo dia. Aqui em casa não tem isso de só brincar num determinado dia. Todos os dias eles brincam, muito e de tudo o que quiserem.

Claro que tem a regra de guardar o que usou, só pegar outro brinquedo se guardar o anterior e assim por diante. Mas brincar é todo dia.

otavio-indo-pra-escola

Otavio pronto para ir para a escola: de chapéu de pirata, com o livro do Toy Story e o Woody nas mãos

Sei também que as escolas fazem o “dia do brinquedo” algo tão especial e institucionalizado porque as crianças precisam de regras, limites e etc. Sei também que pais e mães perdem a noção e usam os brinquedos como cala boca, ou aguçam o exibicionismo dando presentes caros e deixando as crianças levarem para a escola.

Sem dúvida, para essas situações, vale o bom senso. Sim, aquele fatídico que está em desuso.

Isa adora levar brinquedinhos, tem dias que sai com eles nas mãos, tem dias que leva bolsinha ou coloca na mochila

Isa adora levar brinquedinhos, tem dias que sai com eles nas mãos, tem dias que leva bolsinha ou coloca na mochila

DICAS PARA O DIA DO BRINQUEDO

Se é um brinquedo de estimação – não deixe levar.

Se é um brinquedo caro, que pode estragar (e o que não pode estragar, né?) – não deixe levar.

Deixe as crianças brincarem no caminho para a escola e/ou para casa.

Explique que existem regras, assim como o uniforme e o horário da escola, por isso não pode levar brinquedo todos os dias.

Deixe seus filhos brincarem sempre. Aí eles vão entendem a função da escola, sem o brinquedo.

As crianças aqui em casa vão pra escola com brinquedos mas sabem que, ao chegar na escola, precisam deixar no carro. Há também uma ação da escola nesse sentido que ajuda: se chegar com brinquedo na mão a professora logo trata de guardar.

Estimular a brincadeira é super importante, mas saber que cada coisa tem sua hora e lugar também né?

beijos
Lele

Tags: , ,

6 comentários em "O dia do brinquedo"

  1. Thierry agora só tem um dia por mês para levar brinquedo (matheo ainda tem todas as sextas). Geralmente ele leva um jogo.. Sabe o que eu acho mais legal no dia do brinquedo? qdo eles querem levar algo porque algum amigo gosta…
    beijo querida

    1. Eu acho uma judiação não ter mais o dia para os maiores… mas eles acabam achando outras formas de brincar, o que é legal também ne?
      A Isa tb escolhe pelo que os amigos querem dividir. ADORO!!!
      bjs

  2. chrismazzola disse:

    Lê na escola da Gabi tinha toda sexta e parou de ter pelo alto número de crianças levando brinquedos eletrônicos, Ipads e tais, acredita? Agora tem esporadicamente e sempre com a ressalva de que nao pode levar esse tipo de brinquedo! (DETALHE: quando isso aconteceu ela tinha QUATRO anos!!!!)

    1. Um absurdo né Chris?
      Eles precisam exercitar a criatividade inventando e descobrindo brincadeiras… no estágio da Isa ainda não está a epidemia dos eletrônicos, mas nos mais velhos sim e aí a escola tem que agir mesmo. Uma pena.
      beijos

  3. Várias pesquisas têm demonstrado que brincar reúne todas as condições necessárias para que o desenvolvimento infantil se processe de maneira harmoniosa. A legislação brasileira reconhece explicitamente o direito de brincar, tanto na Constituição Federal (1988), artigo 227, quanto no Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA (1990
    Proibir ou limitar o brinquedo vindo de casa é bem menos trabalhoso para o educador e para a escola. Porém, são atitudes que não contribuem para o desenvolvimento da autonomia das crianças. Os brinquedos devem estar presentes diariamente nas atividades escolares, assim, se causa menos expectativas (tanto para o aluno como para o professor) do que esperar aquele dia específico. Menos expectativa, menos ansiedade, portanto, menos probabilidade de confusão.
    Por diferentes razões o tempo gasto com o lazer e o brincar ainda são considerados por muitos setores da nossa sociedade, como tempo perdido. Todas as escolas aderiram a essa modinha do dia dobrinquedo por pura comodidade. Porque educar de verdade dá mais trabalho.

  4. ADRIANA MARIA DA SILVA MÁXIMO disse:

    Estou com a Tania Neiva Dias da Silva educar os filhos a viver em sociedade dá trabalho sim, não é apenas com uma atividade que vamos ajudar mas sim com várias,porque educar de verdade dá trabalho,requer tempo,paciência e muita muita muita disposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2019 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana