Psicologia das cores para quartos infantis

psicologia das cores para quartos infantis

Quem me conhece há mais tempo sabe da minha paixão pelas cores e que já fiz até curso sobre o tema num coletivo de design muito legal que participei.

Aí que eu estou pesquisando para fazer as mudanças no quarto das crianças e resolvi fazer esse post sobre Psicologia das Cores para os quartos infantis e tenho certeza que vocês vão amar!

A escolha das cores pode ter fundamentos teóricos (como eu mostrei no post sobre livros de colorir) ou pode ser baseada nos aspectos psicológicos que as cores produzem. E também pode ser uma mistura de ambos.

Selecionei uma série de exemplos para vocês com base nos círculos cromáticos e matizes principais. Foi uma delícia pesquisar os exemplos… ai ai! Vontade de ter um cômodo de cada cor em casa! heheh

Psicologia das cores para quartos infantis

Primeiro vamos ver os círculos cromáticos e entender do que estamos falando:

psicologia das cores - círculos cromáticos

 

Vamos mostrar exemplos e sugestões com as cores primárias (Amarelo, vermelho e azul) e as cores secundárias (laranja, verde e roxo/violeta).

psicologia das cores

Mas também mostraremos os significados das cores acromáticas, ou seja, branco, preto e cinza. E mostrarei o marrom, para conhecimento.

Cromáticas

psicologia das cores - amarelo

 

 

Aqui como detalhe na parede e em alguns elementos, o amarelo bem equilibrado.

 

psicologia das cores - amarelo

O móvel principal em amarelo ajuda a ampliar o espaço.

psicologia das cores - amarelo

Numa composição bem harmônica com o verdinho das paredes e móveis brancos.

psicologia das cores - amarelo

psicologia das cores - laranja

 

A gente tende a pensar sempre nas cores saturadas, mas vejam como o laranja ficou sutil aqui.

 

psicologia das cores - laranja

Quer mais vibração? A parede toda laranja traz isso.

psicologia das cores - laranja

Em equilíbrio complementar com o azul, o laranja ficou perfeito.

psicologia das cores - laranja

O quarto branco ganhar vida com os tons de laranja nos acessórios da decoração.

psicologia das cores - laranja

psicologia das cores - vermelho

 

Apaixonei nesse quarto vermelho!!!

 

psicologia das cores - vermelho

Essa cama embutida? Demais né?

psicologia das cores - vermelho

Aqui o beliche é vermelho e equilibra com o azul das paredes.

psicologia das cores - vermelho

Meninos e seus quartos de carros! Tem mais aqui nesse post!

psicologia das cores - vermelho

psicologia das cores - roxo

 

Minha cor favorita e cheia de nuances nesses exemplos… de quarto adolescente a de bebê.

 

psicologia das cores - roxo

O roxo é a cor da calma, da espiritualidade…

psicologia das cores - roxo

Adoro a leveza quando combinado com o branco.

psicologia das cores - roxo

Esse já bem mais clean e aconchegante né?

psicologia das cores - roxo

psicologia das cores - azul

 

Amo azul também e adoro a versatilidade da cor e variações.

 

psicologia das cores - azul

Quarto super clean com elementos marcantes em azul.

psicologia das cores - azul

E essa cama/nicho com essa parede escura? Achei incrível!

psicologia das cores - azul

psicologia das cores - verde

 

Vários tons de verde nos nichos decorativos e na base da cama.

 

psicologia das cores - verde

Alguns elementos-chave com o verde em diversos tons.

psicologia das cores - verde

O verde na parede compondo com os outros elementos deixa o quarto mais divertido, apesar do tom sóbrio.

psicologia das cores - verde

Aqui nessa versão pistache com marrom e rosa… encantador!

psicologia das cores - verde

 

Vamos ver um pouco sobre a psicologia das acromáticas.

Elas funcionam muito bem como cores principais (no caso do branco e do cinza) e de apoio (no caso do preto e marrom).

Acromáticas

psicologia das cores - branco

psicologia das cores - preto

psicologia das cores - cinza

psicologia das cores - marrom

É muito importante ressaltar que a psicologia das cores para quartos infantis pode transmitir sensações variadas de pessoa para pessoa e também está bastante relacionada às percepções culturais. Então não existe uma regra única para isso.

Para ver essas e outras referências de quartos de crianças, acesse o meu board específico no Pinterest. Tem muito mais por lá!

.

Espero que tenham gostado!

beijão

Lele

Tags: , , , , ,

9 comentários em "Psicologia das cores para quartos infantis"

  1. Gabis Miranda disse:

    Adorei! Esse ano, o quarto das crianças está na minha meta de resoluções (uma vez que não montei exatamente como eu queria pq não sabíamos o sexo da Stella). Vou lembrar desse post para me orientar com as cores. ;)

    1. EBA!!
      E depois vou conferir pessoalmente
      beijao

  2. As vezes eu olho uma combinação de cores e gosto sem saber por quê, mas agora com essa super aula da minha Designer favorita fica tudo mais claro. E percebi que gosto de todas as cores, conforme as tonalidades que elas se encontram. Adorei o post, fico aqui ansiosa pra ter logo minha casa e começar a decorar cada comodo de novo. beijo querida

    1. Ownnnn obrigada por ser tão linda!
      Precisando de sugestoes (heheh) to aqui
      beijoooos

  3. Muito bacana seu post! Quanta pesquisa né? Eu acredito muito no poder das cores e por isso desisti de uma parede cinza no quarto da Manu… Fiquei com os detalhes em cinza e a parede em rosa!!!!! Fica a dia pra não abrir mão de uma combinação, sem deixar de prioriza a energia fluindo ali :)

    Super beijo

    1. É isso mesmo Bia!
      A gente pode usar uma cor que gosta, mas que não tem uma energia excelente, em pequenos detalhes!
      beijao
      Le

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2020 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana