Utilidade Pública: MMS contra autismo – NÃO CAIA NESSA!

Como já foi amplamente divulgado pela querida Andréa do Lagarta Vira Pupa – e tudo o mais que ela faz, hoje eu trago aqui um reforço nessa sandice que é o uso do MMS contra autismo.

Atenção pais e mães ao alerta, veja matéria do fantástico abaixo.

Após a divulgação de mitos como o do remédio “MMS”, cuja composição é basicamente água sanitária, o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE) deseja esclarecer a importância da identificação precoce do transtorno do espectro autista (TEA) e as reais possibilidades de tratamento.

“Esse tratamento não tem nenhuma evidência científica, pelo contrário, prejudica a saúde da criança”, explica a psicóloga do CERNE especializada no TEA, Giulianna Kume.

“O único tratamento que existe para o autismo é a terapia, e ela deve ser individualizada, com avaliação caso a caso e um plano de tratamento voltado para aquela criança”, ela recomenda.

Conheça a terapia ABA

O TEA é caracterizado por um déficit na comunicação e interação social, além de apresentar comportamentos restritos. Essas dificuldades afetam não apenas a plena participação da pessoa na sociedade, mas sobretudo o processo de aprendizagem. Atualmente, têm sido ofertados diversos tipos de terapias e tratamentos para minimizar o impacto do TEA na vida dos indivíduos.

A análise do comportamento aplicada (ABA) tem sido a terapia mais indicada e com maior comprovação científica de eficácia no tratamento do TEA. Ela consiste na aplicação dos princípios da ciência na análise do comportamento em contextos de intervenção social. Utiliza-se de procedimentos para aumentar e refinar o repertório comportamental.

Diagnóstico deve ser precoce

Um fator importante no tratamento é a precocidade. Quanto antes for realizado o diagnóstico e a intervenção melhores são os resultados e a resposta da criança. Isso devido ao desenvolvimento neurológico, que permite maior aprendizagem, e aos atrasos menores em relação a indivíduos neurotípicos de mesma idade.

O modelo Denver

O modelo Denver é uma terapia com embasamento em ABA para intervenção precoce de crianças com TEA. É o tratamento com melhor taxa de resposta para crianças com idade de 12 a 60 meses. Em 2012, foi eleito pela revista TIME uma das 10 maiores descobertas na área médica. Seu maior objetivo é ensinar a criança a partir do fortalecimento da interação social em jogos e brincadeiras, simulando um ambiente muito próximo ao natural.

No mais, atenção ao seu filho! Cada criança tem seu tempo mas algumas etapas de desenvolvimento são bem características de cada fase da criança.

beijos
Lele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2019 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana