Toda mãe é… uma contadora de histórias

Sabe aquela história que “de médico e louco, todo mundo tem um pouco”? Então… no caso da maternidade, toda mãe é um pouco disso e muito mais!

toda mãe é

E é com essa ideia que começa hoje uma série de posts sobre o que é ser mãe? Aliás, sobre os diversos papéis* que também assumimos no dia-a-dia em casa e na criação dos filhos! E, para começar, obviamente traria o tema/papel que mais me agrada (e realiza) nessa jornada:

Toda mãe é… uma contadora de histórias

Há um tempo atrás eu participei de um Hangout sobre “Nasce uma mãe, nasce uma blogueira?” e eu falei uma frase que tem me acompanhado bastante:

nasce uma mãe, nasce uma contadora de histórias!

Se toda mãe é blogueira, será assunto para um outro post, mas com certeza, somos todas contadoras de histórias.

toda mãe é contadora de histórias

E as histórias começam na época de ser-tentante, depois com o positivo mas é quando os filhos nascem que nos aperfeiçoamos nessa arte afinal, temos histórias para contar DELES e PARA ELES!

Me lembro da minha mãe contando histórias para mim. Era um livro grande, de capa branca, com ilustrações tipo aquarela e a minha história preferida era do ursinho que saía para pegar mel e metia a mão no buraco de uma árvore…

Enquanto estamos tentando engravidar contamos essas histórias para as pessoas mais próximas, relatamos os perrengues e descobertas desse período.

Se já estamos esperando o bebê, as histórias são sobre o primeiro ultrassom, o som do coração, a emoção da descoberta do sexo – ou a decisão de não querer saber (senta que lá vem histórias para argumentar), a escolha do quarto, da maternidade, do parto, se vai ter babá ou não… enfim, cada decisão se torna uma história.

E quando a criança nasce…. ahhhh! Aí sim é um deleite. Contamos, além das histórias da sua chegada para os amigos e familiares, também as histórias para o bebê. De Cachinhos Dourados a Flicts, de histórias para dormir a histórias para encantar – e fazer a imaginação viajar, e também histórias inventadas.

Me lembro de contar para a Isa muitas, muitas vezes, histórias inventadas. Às vezes pedia para ela me ajudar, ou errava o nome do personagem de propósito para ver se ela estava prestando atenção.

No tablet, no livro, no gibi ou de cabeça, não importa. Toda mãe é uma contadora de histórias potencial!

Espero que tenham gostado e aguardem pois, em breve, teremos mais posts Toda Mãe É!!!

E, claro, se tiverem sugestões de temas, eu aceito!

beijos
Lele

*de maneira nenhuma a intenção dessa série é diminuir o trabalho dos profissionais de cada área. Quero apenas mostrar que mãe se vira e faz acontecer, se multiplica para dar conta das demandas do dia-a-dia, vestindo personagens e encenando papéis o tempo todo.

Tags: ,

5 comentários em "Toda mãe é… uma contadora de histórias"

  1. Adorei a ideia da série! E com certeza, toda mãe é uma contadora de histórias! :)

    1. Obrigada Talita!
      Pode sugerir temas hein?
      beijos

  2. Sandro Silva disse:

    Podemos dizer que toda Mae tambem é doida para ter os sapatinhos de seu bebe eternizados.
    gostei de sua pagina e do seu blog voutarei a visitar,eu trabalho com Metalizaçãop de sapatinhos de bebê e resolvi explicar essa técnica atraves de um curso online que explica passo a passo o processo de metalização de sapatinhos de bebê,mamadeiras,chupetas e outros objetos que voce pode ver em meu site https://metalizeobjetos.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2019 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana