As amizades pós-maternidade

Quem tem amigos da fase pre- filhos, que ainda não tem filhos mas que continuaram mantendo o contato regular levanta a mão? O/

Dá pra levantar só o dedinho?

Pois é… A vida muda muito após os filhos mas, em geral, já muda antes! Enquanto você está tensa com o positivo, com as USs, com exames pre-natal sua vida vai sendo direcionada para um foco: a maternidade.

Depois vem a amamentação, o desenvolvimento do bebê, as dúvidas, as restrições de horários, locais, passeios… Não é fácil retomar (e queremos??) a vida de antes.

Notei isso nas minhas duas gestações, os amigos sem filhos ficam sem assunto, paciência e sei lá mais o que, sobre o seu novo universo. Afinal, é você quem está grávida. Você se tornou mãe.

Em contrapartida a maternidade me aproximou de outras pessoas, novas amizades, outras mães tanto na esfera real quanto no mundo virtual. E isso foi extremamente bom e gratificante. Na maternidade o que mais procuramos são os nossos pares. Alguém que esteja na mesma situação, dúvida, angústia e fase que a gente. Não resolve o problema, na maioria das vezes, mas conforta sabe?

A experiência de alguém pode te ajudar a ver melhor o momento. Mas quando viram regras e conselhos infalíveis, é melhor passar longe. Eu só falo se me pedem. Muitas amigas se antecipam e falam: vou te perguntar as coisas e eu estou à disposição. Mas não vou sair pitacando na maternidade alheia pois não gosto que façam isso comigo também.Justiça seja feita: alguns amigos sobreviveram sim, mas eu tive a sorte(?) de ter muitas amigas que engravidaram na mesma época que eu. Então começamos essa nova fase juntas. Mas essas que sobreviveram a esse tempo – e que não tem filhos ainda, eu sei que são mesmo, amigas de verdade!

3 comentários em "As amizades pós-maternidade"

  1. femarinih disse:

    #tamojuntas!

    amo ♥ demais!

    bjks!

  2. Carol disse:

    do mesmo jeito que amamos “desamamos” no mundo virtual, existem pessoas que conhecemos virtualmente que vale muito mais a pena do que os que estão perto #fato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2008-2018 © Eu, ele e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana