Odontopediatria: primeiro molar permanente

Hoje eu trago mais uma amiga queridíssima que topou me ajudar a manter o blog com conteúdo de qualidade, a Dra Fabiana Saraiva! Ela é irmã da Dra Adriana Saraiva que esteve aqui semana passada falando de exercícios perineais e saúde da mulher. Elas são minhas amigas da vida inteira, pessoas com quem posso contar, como conto com minhas irmãs. #amomuito

A Fabiana é odontopediatra competentíssima e faz um trabalho incrível nas escolas onde meus filhos estudam. Seu foco sempre é na prevenção que é, na minha opinião, o caminho mais inteligente. Mas, além dessa profissional nota 10, a Fá é mãe da Lili, uma princesa que a gente ama de paixão. Esperta que só!

E hoje, seu primeiro post é sobre o Primeiro Molar Permanente. Veio bem a calhar com a fase da Isa e seus dentinhos…

Primeiro Molar Permanente

O Primeiro molar permanente nasce mais ou menos aos seis anos de idade atrás do último dente de leite. É o dente mais importante da boca da criança, pois o encontro dos superiores com os inferiores mostra o quanto a face da criança tem que crescer para que aos nove anos possam caber os segundos molares permanentes lá atras.

Quando ele inicia sua erupção precisamos acelerar a retirada da gengiva que recobre estes dentes empurrando a gengiva para trás com uma escova do tipo unitufo. Desta forma não permitimos que a sujeira se instale debaixo dessa gengiva para que quando estes dentes terminarem a erupção eles possam estar saudáveis e livres de cáries.

Qualquer dente quando erupciona é imaturo, ele só termina de amadurecer após mais ou menos 15 meses e durante este tempo ele precisa ficar num ambiente limpo. Se a boca estiver limpa, a saliva consegue passar para o dente seus minerais e fortalecê-lo.

A aplicação de flúor pelo dentista também é importante para ajudar no fortalecimento dos dentes novos. Entre os seis e os doze anos, aproximadamente, as crianças estão sempre com algum ou alguns dentes em fase de amadurecimento e é neste período que o cuidado tem que ser constante. Isto dirá se esta criança terá dentes fortes(bem mineralizados) ou fracos(pouco mineralizados) na vida adulta.

Tags:

Um comentário em "Odontopediatria: primeiro molar permanente"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2008-2019 © Eu e as crianças | Criação: Helena Sordili | Desenvolvimento: Carranca Design Carranca Design por Felipe Viana